A exposição mundial de 1998 em Lisboa foi um marco importante em termos de intervenção da TPF Panege tendo estado envolvida na supervisão de trabalhos de infra-estruturas técnicas e rodoviárias e no apoio Técnico à Exploração e Manutenção das Infra-estruturas Técnicas, assim como no Desmantelamento da Exposição.

A empreitada das infra-estruturas técnicas da Zona de Intervenção da EXPO’98 compreendeu a execução das obras de redes de colectores de águas domésticas e pluviais, abastecimento de água potável, rede de rega, rede de alimentação de energia eléctrica, rede de telecomunicações, rede de gás, rede de resíduos sólidos urbanos e galeria técnica enterrada, com a secção de 4,5 x 4,0 m2 e cerca de 6 km de comprimento. Todos estes trabalhos foram realizados após a modulação do terreno, actividade que se seguiu à demolição dos edifícios e infra-estruturas existentes. Envolveu igualmente a supervisão da construção de viaduto destinado a assegurar o acesso à Porta Sul da Zona de Intervenção. Este projecto incluiu também o alargamento e reperfilamento da Av. Marechal Gomes da Costa, no percurso compreendido entre a Av. Infante D. Henrique e a Rotunda do Baptista Russo. O bom funcionamento da EXPO’98 exigia um elevado nível de qualidade no fornecimento das utilidades aos Pavilhões dos Países Participantes. Para o efeito, teve-se uma equipa responsável pela exploração das instalações e pelo cumprimento de todas as acções preventivas, diagnóstico de avarias e intervenções correctivas necessárias ao funcionamento ininterrupto das instalações técnicas. Posteriormente, efectuou-se a coordenação e supervisão dos contratos de desmantelamento das infra-estruturas provisórias e de adaptação dos locais à sua futura utilização como Feira Internacional de Lisboa.

Cliente

Parque Expo’98

Datas do Projeto

1998

Parceiros

PENGEST